Checklist: Saiba se você está no momento certo para fazer um investimento | Veronese Empreendimentos Pessoais

Investimento

16 de junho de 2020

Checklist: Saiba se você está no momento certo para fazer um investimento

Entenda quais são os cinco passos cruciais antes de colocar seu dinheiro no ramo financeiro

Capa do post com checklist para saber o momento certo para investir.
(Imagem: Reprodução/@veroneseep)

Nos últimos anos, a busca por investimentos só cresce no Brasil. Mas, antes de fazer uma aplicação (por mais baixo que seja o valor), é importante entender por que você quer investir, para trilhar caminhos mais assertivos e assegurar um bom retorno do investimento.

Separamos cinco passos de ouro para te ajudar com o momento certo para investir. Confira abaixo.

1. Não sou milionário. E agora?

O primeiro passo é entender que investimento não é só para milionários. Até porque, se olharmos os lances iniciais do Tesouro Direto, você percebe que se tiver no mínimo 30 reais sobrando já pode começar a aplicar.

2. Entenda seus objetivos

A pergunta é a mesma de sempre: “Por que você quer investir?”, com a resposta de sempre “Para ganhar dinheiro”.

Ok, dinheiro todo mundo quer, mas o que te motivou: retorno a curto (até um ano), médio (de um a cinco anos) ou longo prazo (acima de cinco anos)?

Essa análise permite que você escolha o melhor ramo e o melhor retorno, segundo suas expectativas. Por exemplo, sua motivação é fazer uma viagem, trocar de carro ou comprar uma casa?

3. Pesquise (muito)

Você precisa entender o que está prestes a fazer com seu dinheiro. Se possível, estude a ponto de se tornar um especialista, mas não hesite em tirar dúvidas com profissionais do ramo de investimentos ou até mesmo contratá-los. Eles têm experiência no assunto e podem te ajudar a tomar uma decisão que melhor se encaixe em seu perfil de investidor.

4. “Quero investir metade da minha renda”

É para evitar essa frase que o passo anterior é tão importante. Tenha cuidado com a ambição!

Os especialistas indicam que você calcule o quanto recebe de renda fixa (não conte com a renda variável, que, geralmente, é fruto de freelas (trabalhos temporários), e some as contas fixas (que você precisa pagar todos os meses), por exemplo, aluguel, IPTU (Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana), taxa de lixo, condomínio, mercado, gastos com automóveis, escola, faculdade, etc.

Divida o valor que sobrar em três partes iguais: uma para emergências, outra para lazer e a outra para investir. E nem pense em alterar esses valores para poder investir mais ou menos dinheiro. Você precisa garantir que todos os meses possa investir, no mínimo, essa mesma quantia, para não criar a falsa sensação de investimento: quando você passa a usar o cartão de crédito, por exemplo, como escape para pagar as dívidas. 

Leia também: Por que investir em um imóvel?

5. Analise (se preciso, tudo de novo)

Observe todos os passos até aqui e analise se todos eles condizem com as suas condições e objetivos. Invista somente se tiver certeza de que essa opção é a que vai te entregar o melhor custo versus benefício no tempo estipulado.

***

Mesmo após concluir estes cinco passos para saber se você está no momento certo para investir, sempre tenha bem claro em mente que riscos podem surgir no meio do caminho. A informação sobre os investimentos é sempre o melhor caminho.

Veja
Também

ACOMPANHE
NOSSOS SONHOS.

Receba nossa newsletter.

LIGUE PRA GENTE