Realize um sonho sem tirar os pés do chão | Veronese Empreendimentos Pessoais

Imóveis

23 de fevereiro de 2015

Realize um sonho sem tirar os pés do chão

Ter um patrimônio, ser dono de um imóvel e poder investir em projetos concretos são planos frequentes. Parece ser automático: a partir de certa idade, surge a ideia de ser dono não apenas do próprio nariz, mas, também, do próprio imóvel.

Por essa razão, as dúvidas relacionadas ao investimento e a compra segura de imóveis são tão frequentes quanto os planos feitos. Mesmo depois de ler artigos na internet, tirar dúvidas com especialistas e passar dias pesquisando cada ponto da compra, a insegurança pode aparecer, o que faz com que a repetição do tema nunca seja demais.

No nosso blog, já estão disponíveis vários posts que auxiliam não apenas na compra segura de um imóvel, mas, também, explicam os motivos para investir nesse ramo e as razões para fazer esse investimento em Cascavel. Mas hoje, especificamente, o tema é um só: realizar o sonho da casa própria com os pés no chão.

Eduardo Veronese, diretor da Veronese Empreendimentos Pessoais, dá seus conselhos. “Em primeiro lugar, é preciso analisar o imóvel considerando localização, cômodos, acabamentos, áreas condominiais e outros aspectos”, observa o engenheiro. Mas a tarefa, como já previsto, é longa e não para por aí. Vários outros pontos devem ser considerados.

Como comprar um imóvel?

Existem possibilidades e fatores que devem ser previamente pensados antes de mergulhar de cabeça na compra de um imóvel, são eles: valor da entrada, quitação do saldo, financiamento da planta, financiamento na entrega das chaves e detalhes gerais sobre financiamentos bancários.

Segundo Eduardo, a prévia análise desses itens é extremamente importante para que todos os gastos sejam planejados. Quanto ao valor da entrada, por exemplo, o planejamento pode até contribuir na economia. “O ideal é que haja um planejamento prévio para conseguir poupar mais que a quantia mínima pedida pela construtora, para que o saldo remanescente não se torne grande demais. Pagando uma entrada maior que o mínimo pedido, o cliente pode até conseguir barganhar um desconto”, explica.

No universo dos financiamentos, o processo é um pouco mais complexo. “A maioria recorre a um financiamento bancário e algumas construtoras possibilitam que o cliente assuma esse compromisso ainda durante a fase de construção. Isso faz com que o financiamento e a quitação do saldo estejam garantidos mesmo que a renda do cliente mude durante o tempo de construção, permitindo a prevenção contra possíveis subidas de juros”, afirma o engenheiro.

Para quem não quer se comprometer previamente com o financiamento, existe uma alternativa. “Essa opção é assumir um financiamento bancário somente na entrega das chaves”, elucida. Mas sendo um compromisso feito na fase de construção ou apenas com a entrega das chaves, Eduardo alerta: os detalhes gerais são bastante semelhantes. “Em todos os casos o cliente precisa comprovar sua renda familiar (incluindo cônjuges), que será analisada pelo banco para determinar a quantia máxima a ser financiada e a parcela máxima que pode ser paga mensalmente. A regra geral é que o cliente não deve comprometer mais que 30% de sua renda no pagamento desse financiamento. Além disso, em muitos casos é possível usar o FGTS dos cônjuges para auxiliar na quitação”, pontua o diretor da Veronese.

O desafio final

Após tantas análises, planejamentos e conselhos, o processo que encaminha o indivíduo para a compra segura de um imóvel parece chegar ao fim, mas não é bem assim… Por último, depois de ter estudado todas as possibilidades, é preciso ter em mente as taxas usuais no processo de compra de um imóvel, como taxas de escrituração em cartório e impostos na transferência de titularidade do imóvel.

Ciente disso, você pode ficar mais tranquilo e seguro em relação à realização daquele sonho de ser dono de um patrimônio que não será apenas para você, pois servirá como patrimônio e herança para a família, além de poder render aluguéis – rendendo fluxo de caixa por meio do mercado imobiliário – e diversificação de investimentos.

Veja
Também

Related Posts

None found

ACOMPANHE
NOSSOS SONHOS.

Receba nossa newsletter.

LIGUE PRA GENTE